No ES, dono de restaurante à beira-mar pesca o próprio cardápio

Por 14:33

No Silva’s Bar e Restaurante, localizado na Praia de Carapebus, 90% dos peixes servidos são pescados pelo dono Gustavo Coutinho. Saiba mais!

Na hora de comer em algum restaurante, você se pergunta de onde vem seu alimento? No Silva’s Bar e Restaurante, na Serra, essa resposta pode ser dada pelo próprio dono, o engenheiro Gustavo Coutinho, 30, que afirma pescar 90% dos peixes servidos pela casa. Localizado bem em frente à Praia de Carapebus, o estabelecimento existe há mais de 20 anos, oferecendo um cardápio especial repleto de frutos do mar.

“Trata-se de um hobby que unimos ao nosso negócio. Acaba que podemos servir um pescado de qualidade a um preço justo. Nossa pesca é feita no mergulho e em apneia. Cada peixe tem seus locais característicos, mas costumamos pescar no sul da Bahia e no azul do Espírito Santo. ‘Azul’ denomina a pesca em locais de grandes profundidades, onde se capturam peixes de passagem, como sardas, dourados, marlins e outros”, explica Gustavo que herdou o estabelecimento de seu pai em 2008.

A pesca em apneia, ou pesca submarina, exige conhecimento técnico e muito preparo físico. Nessa modalidade, o pescador mergulha em profundidades de até 30 metros sem o uso de qualquer cilindro de oxigênio e, utilizando instrumentos como o arpão, emerge da água com o peixe fisgado em um único tiro. A prática exige precisão e disciplina, além de, é claro, autorização legal.

Gustavo, que é formado em Engenharia Ambiental e estudante de Engenharia Civil, explica que, após a captura, ainda em alto-mar, os peixes têm suas vísceras retiradas e logo depois são armazenados em caixas térmicas com gelo. “Em terra, terminamos o processo de limpeza. O peixe é cortado em postas, separado, embalado e armazenado na câmara frigorífica do restaurante”, conta.

A partir daí, os pescados ficam à disposição dos pedidos dos clientes. O Silva’s Bar oferece diversas opções voltadas especialmente para os amantes dos frutos do mar, como mariscada (R$77), arroz de polvo (R$116), spaghetti de camarão (R$37) e diferentes tipos de moquecas. Entre os pratos mais pedidos, está a posta de peixe com camarão e fritas, que serve até duas pessoas e sai a R$40.

Além de toda essa especificidade gastronômica, o restaurante se localiza bem à frente da Praia de Carapebus. É possível dar um mergulho no mar enquanto se espera que a moqueca fique pronta, depois tomar uma ducha no chuveiro e, com os pés cheios de areia, saborear a culinária local. Caso fique até o fim do dia, ainda pode-se observar as cores alaranjadas que marcam o céu quando o Sol se põe. Gustavo define o local como uma praia bucólica e elegante. “É uma praia atraente e apaixonante, com suas características e belezas naturais. Ainda pouco explorada e conhecida, possui reservas ecológicas e desova de tartarugas”, pontua.
posta

A beleza da praia, aliada à decoração com bancos e mesas de madeira ao redor do Silva’s Bar, é tanta que o local já atraiu os olhos de quem queria se casar na praia. “Uma cliente cismou em casar na praia e achou o espaço do Silva’s propício. Marizia, minha mãe, comprou a ideia e trabalhamos juntos para que tudo ocorresse com total perfeição”, conta Gustavo.

O Silva’s Bar e Restaurante fica localizado à Avenida Vitória II, 425, na Praia de Carapebus, Serra. O estabelecimento funciona às terças e quartas, das 9 às 18 horas, e de quinta a domingo, das 9h às 23h45. Quem vai de ônibus, pode pegar a linha 817, no Terminal de Carapina, que para bem ao lado do restaurante. Para mais informações entre em contato pelos telefones (27) 3328-8221 e (27) 99753-9157; ou acesse www.facebook.com/SilvasBarERestaurante.

0 comentários